GONÇALVES, Serra da Mantiqueira, sul de Minas Gerais!

de 7 a 16 de outubro

5º Festival de Gastronomia e Cultura da Roça

5º Festival de Gastronomia e Cultura da Roça de Gonçalves - MG






Relaxe, você está em Gonçalves!

             

          Ar fresco, água pura e muito verde...


Numa das regiões mais lindas da Serra da Mantiqueira situa-se Gonçalves, pequeno município mineiro, tipicamente rural, com cerca de 4.200 habitantes. A sede está a 1350m de altitude, porém há picos que alcançam 2100m, de onde a vista é estonteante!

Apesar das atividades agrícolas e crescimento do turismo, há ainda muitas áreas preservadas, estando todo o território de Gonçalves dentro da APA Fernão Dias (Decreto Estadual n°38.925, de 17/06/1997).

Com relevo variado e diferentes tipos de ambientes, Gonçalves possui, consequentemente, uma vasta riqueza de plantas e animais. A mata subtropical de altitude, com espécies endêmicas e bosques de araucárias, é berço de inúmeras nascentes que dão origem a riachos e rios de água cristalina. É também lar de imensa variedade de pássaros e outros animais silvestres.

Ar puro e clima de montanha, considerado o melhor do Brasil, tem no inverno temperaturas que podem chegar a 10°C abaixo de zero!

A pé, a cavalo ou de carro, inúmeras são as trilhas locais que podem ser apreciadas.

A vista é sempre deslumbrante do alto dos picos para se contemplar a Serra. Caminhadas mais longas requerem o acompanhamento de guia local. As Pedras mais visitadas são: São Domingos (2050m), do Forno, do Cruzeiro, Bonita, Chanfrada.

As cachoeiras convidam a contemplação ou ao banho refrescante. No verão ficam lindas e fartas! Algumas são abertas a visitação, outras necessitam de permissão prévia.

Cachoeiras do Simão, 7 quedas ou Retiro, Andorinhas, Fazendinha (informe-se sobre o acesso)

E há ainda as opções de cavalgadas e esportes de aventura como o rapel, ou bóia-cross. Para isso indicamos as agências locais.

Merecem também ser visitados os ateliês de arte e artesanato, e produtores locais de queijos, geleias, roscas e doces, bem como a feira de produtos orgânicos aos sábados de manhã. Informações e mapas em nossa recepção.






A cultura rural persiste...


A visita a Gonçalves proporciona o contato com paisagens naturais únicas.

Junto à tranquilidade local, atividades rurais artesanais ainda sobrevivem como a ordenha manual, a produção caseira de queijo, doces e roscas feitas em forno a lenha.

Não perca a oportunidade de uma boa prosa com gente da terra para conhecer um pouco mais sobre a história e a identidade de Gonçalves!

O artesanato local reúne produções feitas em madeira, palha, folha de bananeira, barbante e pintura feita com terra. Outros artistas que adotaram Gonçalves como lar, trouxeram pra cá sua arte e novas técnicas de cerâmica, trabalhos feitos em bambu, fibras naturais e tecidos, e podem ser apreciados e adquiridos em ateliês espalhados pela região.

A religiosidade é aspecto marcante na personalidade mineira e evidente em Gonçalves. Em cada bairro há uma igrejinha com seu santo padroeiro, que é festejado com rezas e quermesses em determinados períodos do ano.

Na Sexta-feira Santa, que antecede a Páscoa, ao alvorecer procissões sobem os morros em oração, em um espetáculo de fé e contemplação da natureza. Em especial a subida a Pedra do Cruzeiro, Bairro de Atrás da Pedra, a cada ano ganha mais adeptos.

No Corpus Christi, o tapete colorido enfeita as ruas do centro, cuidadosamente feito pela comunidade com pétalas de flores, pó de café, pó de serra e outros elementos, e é percorrido mais tarde pela procissão.

A tradicional Festa da Padroeira Nossa Senhora das Dores começa na segunda semana de setembro. No domingo a cidade é acordada pela alvorada festiva com muitos fogos e a música da banda que percorre a cidade. Mais tarde há quermesse, show na praça, bingo e leilão de gado.





Dicas


·Transite com velocidade moderada. Próximo aos bairros há sempre pedestres e crianças, e é comum haver gado e outros animais soltos. Evite acidentes!

·A região é propícia para prática de esportes de aventura, porém convém estar acompanhado de monitores locais;

·No inverno, os dias são ensolarados, não deixe de usar protetor solar, e logo que o sol se põe a temperatura despenca, portanto leve sempre um agasalho!

·Não se esqueça de trazer calçados confortáveis, pois topografia e terreno são irregulares na montanha.

·O inverno é nossa alta temporada. A partir de agosto a paisagem continua a mesma, mas como o movimento diminui é possível conseguir preços melhores e atendimento mais tranquilo.